Gravidez e Covid-19

O surgimento do novo coronavírus e da Covid-19 mudou de forma inédita nossas vidas, relações pessoais e profissionais, exigindo de nós uma capacidade ampliada de adaptação e reinvenção.

Continuando o trabalho da Luz de oferecer uma assistência gentil, respeitosa e segura para as mulheres, seus bebês e suas famílias, respondemos algumas perguntas importantes sobre a Covid-19 e o ciclo gravídico-puerperal.

Quais são os riscos da Covid-19 para grávida e bebê?

Pelo conhecimento acumulado até o momento, sabe-se que mulheres grávidas e no pós-parto que contraem a doença têm maior chance de desenvolver quadros graves, com maior frequência de internação em UTI e necessidade de ventilação mecânica, quando se compara com a população em geral. E quanto mais avançada a gestação, maior a chance de ocorrência de eventos adversos.

Dados mundiais, assim como importantes publicações brasileiras, revelam uma maior mortalidade materna por causa da Covid-19. No Brasil, essa elevação muito provavelmente está relacionada à dificuldade de acesso ao pré-natal adequado e à assistência qualificada de maior complexidade (internação em UTI e ventilação mecânica, por exemplo), permeada por recortes de iniquidade de raça/cor e classe social.

Além disso, como em outras doenças infecciosas que podem ser contraídas na gestação, a Covid-19 aumenta o risco de nascimento prematuro, ocorrência de restrição de crescimento fetal intrauterino, além de sofrimento e óbito fetal.

Existem relatos de um baixo risco de transmissão do novo coronavírus da mãe para o feto durante a gestação e, até o momento, não se pode relacionar a infecção a malformações fetais ou aumento de chance de abortamento2.

Devo continuar usando máscara? Posso relaxar o isolamento?

Há consenso na comunidade científica sobre o importante papel do uso correto de máscaras de boa qualidade (N95 ou PFF2) na proteção contra a Covid-19. Não há consenso, no entanto, sobre qual seria o momento correto de retirar a obrigatoriedade desse uso.

Parece-nos prudente manter a cautela no momento, usando máscaras, enquanto aguardamos mais algumas semanas para melhor definição do cenário epidemiológico. Os números de casos, hospitalizações e óbitos vão mesmo se manter em queda? Desejamos que sim!

Olha como é esclarecedor esse vídeo: https://www.instagram.com/tv/Ca2HGdRv4ff/?utm_medium=copy_link 

Outro fator importante é fazer sua gestão de riscos, avaliando pontos como os seguintes:

  • Faço parte de grupo mais vulnerável a complicações? E as pessoas com quem tenho me encontrado (do círculo familiar e de amizades) são grupos de risco?
  • Como está o comportamento da Covid-19 na minha cidade?
  • As atividades ou encontros que quero retomar são de que nível de risco?

Atividades ao ar livre e sem aglomerações são seguras. Já ambientes fechados e com mais pessoas exigem maiores cuidados.

Quais são os principais cuidados que a mulher grávida ainda precisa ter?

♡ Uso correto de máscaras – pelo menos, na nossa opinião, até melhor definição do cenário epidemiológico;

♡ Higienização adequada e frequente das mãos com água e sabão e/ou álcool a 70%;

♡ Etiqueta respiratória: cubra a boca e o nariz com o cotovelo ao tossir ou espirrar; evite ainda mais sair de casa de estiver com sintomas respiratórios;

♡ Cuidado maior com aglomerações, especialmente em locais fechados, sem ventilação;

♡ Procurar manter a mente sã num corpo são: alimentação saudável, atividade física regular, observando que seus pensamentos e suas emoções que retornam equilíbrio (apesar das dificuldades).

Este tem sido um momento que nos exige resiliência. Caso note sinais de sofrimento mental e emocional ou dificuldades em manter-se bem ou em manejar os desafios cotidianos, não hesite em procurar suporte terapêutico.

Existe alguma evidência de benefício do uso de medicamentos preventivos ou como tratamento precoce para Covid-19?

Para prevenção, infelizmente, não. Até o momento, o que realmente se mostra eficaz para proteger as pessoas são todas as medidas descritas acima e, claro, a vacinação (mais sobre as vacinas abaixo).

Para casos leves de Covid-19, a prescrição de sintomáticos, repouso e hidratação costuma ser suficiente. Casos moderados e graves precisam de avaliação complementar e condução individualizada.

Foram desenvolvidos tratamentos que podem ser chamados de precoces para a Covid-19, direcionados, em geral, para grupos de risco. No entanto, não foram aprovados pela ANVISA e, até hoje, não estão disponíveis no Brasil.

 

Se eu estiver com sintomas ou diagnóstico de Covid-19, posso ir à consulta normalmente? Posso manter o plano de ter o parto fora do hospital?

Pode não!

Adie sua consulta ou seu exame se você estiver com sintomas respiratórios (tosse, espirro, coriza, obstrução nasal), dor de garganta, dor de cabeça, febre, diarreia, mal-estar, dor no corpo, ausência de paladar ou olfato. Entre em contato com a/o obstetra de referência.

A presença de sintomas sem diagnóstico ou o diagnóstico de Covid-19 (ou outra infecção ativa) é critério para parto hospitalar (não é possível parto no Centro de Parto da Luz)!

E as vacinas?

Nunca se viu na história mundial tanto esforço conjunto para o alcance de um objetivo comum. Isso incluiu a retomada de linhas de pesquisas pausadas, o amplo compartilhamento de dados e resultados científicos, o forte investimento em recursos pessoais e tecnológicos. Daí vem a celeridade do resultado, não da violação de protocolos de ética em pesquisa e desenvolvimento de novas vacinas.

Os dados produzidos e publicados até o momento não deixam dúvidas: vacinas salvam vidas!

Além das recomendações nacionais:

TODAS as sociedades e organizações científicas internacionais recomendam a vacinação de gestantes contra Covid-19, em qualquer idade gestacional (não precisa esperar passar nem o 1º trimestre, nem qualquer outro momento da gestação para tomar).

Veja alguns exemplos a seguir (pode usar o tradutor do Google para ler, se necessário):

O RCOG disponibilizou ainda uma Ajuda Decisional para apoiar o processo de escolha das mulheres: https://www.rcog.org.uk/globalassets/documents/guidelines/2021-12-21-combined-info-sheet-and-decision-aid.pdf

bebês de mães que receberam a vacina estão protegidos?

Em fevereiro de 2020, o CDC publicou dados robustos sobre o tema que permitem concluir: bebês de mães vacinadas durante a gestação tiveram redução significativa de risco de hospitalização por Covid-19 nos primeiros 6 meses de vida! 

Da mesma forma como sabemos que acontece com outras vacinas tomadas durante a gestação, como coqueluche e influenza, há passagem de anticorpos da mãe para o bebê ainda dentro do útero e esses anticorpos também são encontrados no leite materno.

 

E a vacinação de crianças?

Muitas pessoas também têm se perguntado sobre a vacinação de crianças de 5 a 11 anos. Sobre isso:

 

Qual é o risco para a gestante ao frequentar um ambiente hospitalar?

Por causa do Coronavírus, as pessoas passaram a ver o hospital como um local de risco para contrair doenças. Mas, na verdade, do ponto de vista bacteriológico e viral, ele sempre foi um local de risco, tendo em vista que é o local que pessoas doentes buscam para se curar.

Para evitar o risco de contaminação em ambiente hospitalar, no pré-natal, no parto, no nascimento e no pós-parto, as mulheres e suas parcerias podem e devem tomar todos os cuidados citados acima ou procurar assistência fora do hospital. 

Considerar viver essa experiência fora do ambiente hospitalar é uma possibilidade para mulheres e bebês saudáveis. Em Brasília, a Luz de Candeeiro é a casa de parto privada que presta esta assistência sempre com segurança, cuidado, gentileza e amorosidade.

Qual é o local mais seguro para o parto e o nascimento em tempos de Covid?

Isso vai depender de cada gestação e do risco gestacional. Esse contexto tem levado muitas pessoas a enxergarem que parto e nascimento não devem ser tratados como eventos que tem que acontecer em um ambiente hospitalar obrigatoriamente.

Assim, tem crescido a procura por assistência ao parto e ao nascimento fora do hospital, uma vez que está mais clara a relação entre riscos e benefícios do ambiente hospitalar. Parto em centro de parto normal (fora do hospital) e também o parto domiciliar são opções possíveis.

A Covid-19 mudou a atenção da Luz no recebimento de novos atendimentos em relação ao tempo gestacional?

Mantemos o padrão de cuidado associado a todas as medidas necessárias de proteção das pessoas. A equipe da Luz de Candeeiro está pronta para receber as mulheres e suas parcerias e prestar todo cuidado físico e emocional que esse momento exige. 

Acreditamos que ainda levaremos algum tempo processando e assimilando todos os aprendizados que essa pandemia nos trouxe, não só do ponto de vista científico, mas também enquanto comunidade e humanidade.
Seguimos fortalecendo nosso compromisso com um cuidado ético, cientificamente embasado, que fomenta e fortalece a autonomia e o protagonismo das mulheres no gestar e parir, e que é preenchido sempre de amor. Mudando o mundo, uma família de cada vez.
Aqui deixamos nosso abraço. Virtual, mas não menos amigo e caloroso.

  • ¹Grávidas tem mais risco de desenvolver complicações por causa de Covid-19, mostra estudo https://brasil.elpais.com/sociedade/2020-11-05/gravidas-tem-mais-risco-de-desenvolver-complicacoes-por-causa-da-covid-19-mostra-estudo.html#:~:text=Segundo%20o%20estudo%20do%20CDC,intensiva%20(10%2C5%20casos%20por
  • ²COVID-19: Overview of pregnancy issues – UpToDate
  • ³Brasil é o país com mais mortes de gestantes por Covid-19 https://radis.ensp.fiocruz.br/index.php/home/noticias/brasil-e-o-pais-com-mais-mortes-de-gestantes-por-covid-19
  • É seguro relaxar o isolamento? https://www.leticiakawano.com/post/%C3%A9-seguro-relaxar-o-isolamento 
  • Como usar máscara de maneira correta https://saude.estadao.com.br/noticias/geral,veja-como-usar-uma-mascara-da-maneira-correta,70003296152
  • Como lavar as mãos corretamente https://drauziovarella.uol.com.br/coronavirus/como-lavar-as-maos-corretamente/
  • Covid-19: como usar o álcool a 70% e quais os riscos existentes? https://pebmed.com.br/covid-19-como-usar-o-alcool-a-70-e-quais-os-riscos-existentes/
  • Como as pessoas estão contraindo a Covid19? https://www.leticiakawano.com/post/como-as-pessoas-est%C3%A3o-contraindo-a-covid19
  • ⁹Mitos e verdades na Covid-19: vamos lá? https://www.leticiakawano.com/post/mitos-e-verdades-na-covid-19-vamos-l%C3%A1
  • ¹⁰Tratamento precoce: 3 antivirais aprovados no exterior contra covid – 26/01/2022 – UOL Notícias
  • ¹¹Halasa NB, Olson SM, Staat MA, et al. Effectiveness of Maternal Vaccination with mRNA COVID-19 Vaccine During Pregnancy Against COVID-19–Associated Hospitalization in Infants Aged <6 Months — 17 States, July 2021–January 2022. MMWR Morb Mortal Wkly Rep 2022;71:264–270. DOI: http://dx.doi.org/10.15585/mmwr.mm7107e3external icon.