fbpx

Parto Normal Após Cesariana na Luz de Candeeiro

Vivemos em um país onde a maioria dos nascimentos ocorre por via cirúrgica (segundo a pesquisa Nascer no Brasil, 52% no geral, 88% na rede privada). A cesárea é tão naturalizada que muitas vezes as mulheres, ao se descobrirem grávidas, já saem da primeira consulta de pré-natal com a data da cirurgia agendada.

A cesariana por escolha é legítima e nós entendemos que as mulheres podem e devem decidir sobre a via de nascimento de seus filhos, contanto que tenham informações seguras para isso. Somos favoráveis a que as mulheres tomem decisões e façam escolhas reais e verdadeiras. O que acreditamos ser necessário mudar é não ter escolha ou a cesariana ser a única opção, as mulheres serem induzidas a fazerem uma cesariana baseada em mitos, medos, informações erradas, sem conhecerem os riscos dessa cirurgia e, principalmente, sem saberem que o parto normal pode ser uma experiência muito positiva e prazerosa em suas vidas.

Foto: Mariana Cardoso

Nossa cultura nos diz que os corpos femininos são essencialmente defeituosos, que não dão conta por si só de gerar, gestar e parir uma vida. Em outras palavras: considera-se que, inevitavelmente, mulheres e seus corpos precisarão de intervenções médicas – cirúrgicas ou não – para que todo o processo ocorra.

Nós aqui na Luz temos a missão de dizer às mulheres o quão potentes elas são, o quão perfeitos são seus corpos e o quão maravilhosa pode ser a experiência de dar à luz seus filhos, seja em um parto natural, seja por uma cesariana necessária e consentida, após ter tido a oportunidade de percorrer o caminho para o tão sonhado encontro com o bebê e desfrutado de cada passo desse caminhar.

Partindo desse princípio, informação de qualidade é fundamental para que, após ter clareza sobre os riscos e os benefícios de se repetir a cesariana e de ter a prova de trabalho de parto, a mulher possa decidir qual caminho percorrer.

Parto vaginal após cesariana (PVAC ou VBAC, sigla em inglês) é possível e provável quando damos oportunidade para que aconteça. Estudos trazem que as chances de sucesso de um parto após cesariana variam entre 75% e 90%, muito semelhante a uma mulher que não passou pela cirurgia.

Mas não existe risco?

Claro que sim! Viver tem riscos. Um parto normal tem riscos e uma outra cesariana também tem. Todas as recomendações oficiais nacionais e internacionais sobre o local de parto após cesariana recomendam que ele aconteça em ambiente hospitalar – com cesariana disponível imediatamente. A rotura uterina (rompimento da cicatriz da cesariana anterior) é rara (1 em 1000), mas bastante grave.

Em fevereiro de 2021, foi publicado um artigo muito interessante na renomada revista Birth: foram avaliadas retrospectivamente 4741 mulheres com pelo menos uma cesariana prévia que tiveram parto hospitalar ou domiciliar (de gestantes elegíveis e atendidas por parteiras registradas*) entre abril de 2000 e março de 2017.

Os seguintes desfechos foram avaliados: tipo de parto, ruptura/deiscência uterina, hemorragia pós-parto, períneo não íntegro, episiotomia, trauma obstétrico, índice de Apgar <7 em 5 minutos, reanimação neonatal com ventilação com pressão positiva, admissão na unidade de terapia intensiva neonatal e um desfecho composto de mortalidade neonatal grave e morbidade e mortalidade e morbidade materna.

O estudo revelou que parto domiciliar planejado em mulheres com cesariana prévia foi associado a uma redução significativa de 39% na chance de nova cesariana. Resultados adversos graves foram relativamente raros em ambos os ambientes; porém, o estudo não teve poder suficiente para detectar as verdadeiras diferenças associadas ao local de nascimento (a amostra selecionada não foi suficiente para chegar a essas conclusões).

No cenário deste estudo, no entanto, o parto domiciliar está integrado ao sistema de saúde local, o que não é o caso do Brasil.

Explicamos: sempre que se planeja um parto extra-hospitalar (em domicílio ou num centro de parto normal), há que se ter clareza sobre quais serão as condutas da equipe treinada e experiente que está prestando assistência no caso de intercorrências e necessidade de transferência para o hospital. A integração de um modelo de assistência extra-hospitalar com o sistema de saúde local é, portanto, de grande importância e valia.

Em se tratando do nosso Centro de Parto Normal, podemos destacar a semelhança com o sistema do estudo: possibilidade de viver o parto em ambiente extra-hospitalar, um time de enfermeiras obstetras treinadas e experientes, integração com equipe médica e com maternidade de referência, além da disponibilidade de transporte de emergência se necessário. Ser uma instituição traz essas facilidades: as intercorrências que necessitem de transferência ao cuidado hospitalar já contam com caminhos abertos para sua resolução.

Aqui na Luz de Candeeiro, estamos sempre disponíveis para te apoiar nas suas escolhas, individualizando cada conduta, levando em consideração a sua história pessoal, preferências e desejos, sempre oferecendo informações de qualidade para que você se sinta cuidada, apoiada em suas escolhas e para que sua experiência de parto seja incrível, independente se terminou em um parto natural ou numa cesariana respeitosa.

Dúvidas sobre parto após cesariana? Estamos por aqui!

* Gestantes elegíveis: saudáveis, sem intercorrências no pré-natal; Parteiras: profissionais não-médicas (enfermeiras obstetras, obstetrizes) com respaldo técnico e legal para atender gestação, parto e nascimento de risco habitual.

Referências: 

Nascer no Brasil: pesquisa revela número excessivo de cesarianas
Principais Questões sobre Parto Vaginal Após Cesariana (PVAC – VBAC)
Diretrizes de Atenção à Gestante: a operação cesariana
Birth options after previous caesarean section 
Vaginal Birth After Caesarean (VBAC) – Topic Overview 
Vaginal Birth After Caesarean
Wingert A, Johnson C, Featherstone R, Sebastianski M, Hartling L, Douglas Wilson R. Adjunct clinical interventions that influence vaginal birth after cesarean rates: systematic review. BMC Pregnancy Childbirth. 2018 Nov 21;18(1):452. doi: 10.1186/s12884-018-2065-x. PMID: 30463530; PMCID: PMC6249876.
Birth After Previous Caesarean Birth
Bayrampour, H, Lisonkova, S, Tamana, S, Wines, J, Vedam, S, Janssen, P. Perinatal outcomes of planned home birth after cesarean and planned hospital vaginal birth after cesarean at term gestation in British Columbia, Canada: A retrospective population‐based cohort study. Birth. 2021; 00: 1– 8. 

Post anterior
Modelo de Atenção ao Parto e Nascimento
Próximo post
Qual é o melhor lugar para o bebê nascer nesse cenário de pandemia?
Menu