fbpx

Relato de parto Rafaela

João Gael veio ao mundo com muita saúde, cuidado e amor

“Aqui quem fala é a Rafaela. Eu sumi por algumas semanas do grupo, e algumas de vocês nem devem me conhecer, mas achei interessante vir dar um relato sobre essa equipe incrível que faz parte da Luz de Candeeiro e que foi a nossa escolha desde o início.

Dia 24 de agosto estava completando 39 semanas de gestação e fui diagnosticada com COVID. Sim, foi um momento muito muito triste, porque todo aquele sonho de ter meu bebê na casa de parto foi por água abaixo com essa notícia. Já comecei a imaginar que não poderia ter meu parto normal, humanizado e com minha hora de ouro, por causa do covid, e que poderia haver complicações no parto… Enfim, muitos medos e angústias passaram pela minha cabeça e a equipe de profissionais da Luz foi incrível nisso.

Fizeram o que podiam para eu ficar mais tranquila. Me muniram de informações, me acompanharam diariamente, e me acolheram da forma que conseguiram. No final só o que eu pedia no meu coração era para que João Gael viesse quando eu tivesse curada já, e viesse com muita saúde.

Mas maternidade é a prova de que não temos controle de nada na vida. Com 39 semanas e 4 dias JG resolveu vir ao mundo. E quando começaram as contrações eu mergulhei no meu parto junto com meu marido. E juntos e concentrados seguimos todas as recomendações que já tínhamos tido e que estávamos tendo da equipe.

Entrei em trabalho de parto em casa aproximadamente às 15h, com contrações de 5 em 5 min, e às 18h estávamos indo para o hospital com uma dilatação de 7cm, medida pela querida Priscila que me acompanhou no carro me dando apoio nas contrações.

A Dra. Renata já estava a nossa espera, e não precisamos dar nenhuma entrada no hospital, só fomos encaminhados para o quarto no qual teríamos o JG. Ter as duas do nosso lado foi crucial, enquanto a Renata ficava comigo a Priscila ajudava o meu marido. E como eu já estava na partolândia a muito tempo, tudo que a Renata me perguntava virava um sim sem nem pensar. E por que estou falando isso? Porque eu confiava no processo da Luz de Candeeiro, e confiava que tudo o que ela estava sugerindo era o melhor para mim naquele momento.

Se eu tivesse sozinha com meu marido, provavelmente demoraria horas para me concentrar novamente e meu parto seria muito mais longo. E provavelmente aceitaria qualquer coisa que o pessoal do hospital me oferecesse. A Dra. Renata foi minha voz humana no hospital, ela conduziu as escolhas da melhor forma, me dando espaço para me concentrar no meu parto. Entramos no hospital às 18h30 e às 19h47 eu dava a luz ao meu filho amado João Gael. Muito rápido para o primeiro filho, mas só foi possível pq eu realmente estava concentrada e estava pq tinha uma equipe zelando por mim.

Deixo minha gratidão a essa equipe, não somente à Dra. Renata e a Priscila, mas també a Ana Cyntia, a Alyne, Dra. Sofia e todas as outras mulheres maravilhosas que nós acolheram e passaram por nossas vidas nesses 9 meses.

Muito Obrigada!!!! 🙏♥️

Post anterior
Como se preparar para o parto?
Próximo post
Relato de parto da Camila

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.

Menu